quarta-feira, 8 de abril de 2009

Sobre o blog do Idelber

Vamos deixar o homem em paz? Publiquem aqui os seus comentários, depois de ter lido bem direitinho o blog do Idelber.

58 comentários:

  1. Leo 9B n°2123/04/2009 20:36

    No início do texto Idelber ironizou Lula com o “seu inglês de Yázige” que leva nossas propostas á Obama.Na minha vista Idelber acaba de desmerecer Lula que é nosso Presidente. Menem desvaloriza Brasil,falando que era no máximo um Goiás da vida,sendo que somos Corinthians.

    ResponderExcluir
  2. Mariana Carvalho 9º A Nº2424/04/2009 16:21

    A partir do post se tornou mais evidente para mim a oposição entre direita e esquerda, e a oposição entre o governo do Fernando Henrique Cardoso e o governo Lula, assim como a oposição entre Democratas e Republicanos. Os republicanos se dão melhor com a direita, e os democratas com a esquerda.
    Concordo com Idelber, sobre o fato de que um chefe de Estado não precisa ser poliglota, até porque o que realmente importa é que ele consiga fazer acordos com outros países, independente da língua que use para obtê-los.
    E fiquei muito contente em saber que o encontro entre Lula e Obama prova a razão do FSM, de que "um outro mundo é possível", pois deduzo que FHC e Bush estavam mais relacionados ao Fórum Econômico Mundial. Por isso, torço para que essa parceria dê bons resultados. Gostei muito do texto.

    ResponderExcluir
  3. Idelber,

    Primeiramente, sou aluno da professora Camila. Concordo com o Ian quando ele disse que um Chefe-de-estado não precisa ser poliglota para governar um país e tal... mas vale lembrar que além dos erros de português e de sentido (lembram-se quando ele disse "Graças a Deus que a crise não cruzou o atlântico") a economia só está estavel e bem protegida da crise por que o Lula continuou com a política economica do FHC.
    Também acho injustas as críticas que todos vem fazendo ao governo FHC pois em 1.999 houve uma forte desvalorização do real, devido a crises financeiras internacionais (Rússia, México e Ásia) que levou o Brasil a maior crise financeira da história, além de aumentar os juros reais e aumentar a dívida interna brasileira e foi ele que conseguiu reverter isso.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  4. Fê Nahas - 9ºA - Nº725/04/2009 17:44

    Idelber,

    Embora o inglês seja uma língua necessária, pois é a que serve de comunicação em quase todos os países do mundo, não é o fato de um presidente não se comunicar nessa língua que vai impedi-lo de fazer um bom governo e ser respeitado mundialmente como acontece com Lula.
    Não é por não saber falar inglês que o nosso presidente merece critica, mas sim pelo fato de não se expressar corretamente na própria língua, pois é obrigação da pessoa falar bem o seu idioma. Além disso, o que choca a muitos brasileiros são as colocações inadequadas que ele faz como, por exemplo, “A crise é culpa dos brancos de olhos azuis”.
    Realmente, no governo Lula, o Brasil cresceu e está em condições de enfrentar a crise. No entanto, é lamentável que diariamente apareçam na midia tantos casos de corrupção e tanta falta de interesse em relação aos problemas básicos do país: educação, saúde e moradia. Somente a solução desses problemas trará dignidade às pessoas, transformando-as em cidadãos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Marianna M. nº25 9°A

    Primeiramente eu acho que qualquer presidente no mundo precisa saber a lingua universal, mas não que isso seja obrigatório.E o que importa mesmo é saber fazer negócios,independente da lingua.Concordo com Idelber no fato de que o presidente não precisa ser poliglota e sim administrar o seu povo do jeito que ele sabe.Lula nao é poliglota e na minha opinião não sabe administrar o pais bem, isso já não é um bom aspecto para um presidente, que para a maioria das pessoas é mais um corrupto que não faz nada, fingi que faz.

    ResponderExcluir
  6. Camila Kehdi Buazar - 4 9ºA.27/04/2009 21:43

    Idelber,

    Concordo que Lula não precisa ser o biscoito fino que foi FHC. Gostaria que a simplicidade dele trouxesse uma melhor condição de vida para os brasileiros. Obviamente ele não precisa ser poliglota para fazer uma boa administração. O problema é que seu governo é corrupto e faz coisas muito piores que ele mesmo criticou nos outros governos. Nunca se gastou tanto com viagens pelo Brasil e principalmente para o exterior. Já que gasta tanto viajando, poderia gastar também para fazer um curso de inglês melhor do que Yázige.

    ResponderExcluir
  7. Júlia Simchen, 9ºA . nº 1728/04/2009 00:07

    Achei bastante interessante o tema do post e principalmente a forma que ele aborda e justifica sua idéia. Concordo com Idelber quando propõe a idéia que um presidente não necessita ser poliglota é pois a bom funcionamento do governo e o crescimento econômico independe totalmente disto, que se trata do papel do governante. E ao dar o exemplo do Fernando Henrique Cardoso que se esforçava ao máximo para falar em inglês não obtinha bons resultados em relações internacionais, por reger uma política considerada ‘antiamericana’, justifica esta idéia. Mas não podemos desconsiderar que hoje Lula se beneficia pela continuidade da política econômica implementada pelo ex Presidente Fernando Henrique, onde em seu mandato garantiu um período de crescimento estável na economia.
    Em síntese, não podemos descartar que Fernando Henrique ao encaminhar esta economia é razoavelmente responsável pela estabilidade com que o Lula consegue governar atualmente. Percebemos que está se saindo bem nos ramos econômicos (um exemplo é a amenização dos problemas crise), esperamos que continue assim, e tenda apenas a melhorar.

    ResponderExcluir
  8. Laura Levi, 9B, 2028/04/2009 14:07

    Esse com certeza é um assunto muito importante para ser descutido. O nosso governo.
    Eu também acho que o presidente não precisa ser poliglota para governar um país, e o Lula sabe governar, administrar, e é para isso que servem os tradutores, úteis em relações internacionais.
    Usamos o exemplo do Fernando Henrique Cardoso, que se esforçava para falar inglês e não obtinha bons resultados em relações internacionais.
    Porém, o Lula não sabe falar corretamente nem a própria língua, e isso já é visto como um problema, tanto para o povo, como mara outras nações, que veem o Brasil com maus olhos.
    O governo Lula sabe administrar bem a economia, como a amenização dos problemas da crise econômica.
    O encontro entre o Lula e o Obama tem objetivos muito mais próximos do FSM do que no encontro entre FHC e Bush, voltados ao FEM, e do meu ponto de vista, isso é muito bom.
    Os textos estão muito bons, eu gosto muito do seu blog.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  9. Vitória Tasca, 9ºA, nº3528/04/2009 15:00

    Eu acho que o povo brasileiro não precisa ser governado em base de um presidente poliglota, ou de um homem que cursou todos os anos escolares, mas Lula não tem direito de ser criticado de tal forma que desrespeite sua origem ou antigas condições de vida. Mas o que liga a relação entre a revolta do povo brasileiro e a política do país, é que os membros do nosso governo são corruptos, discretamente, o que faz com que o presidente Lula, símbolo da política no Brasil, seja o culpado por todos os transtornos ocorridos.
    Mas para mim, Lula também não cumpre todas as suas promessas, pois são muitas. É o que todo homem político faz, prometer muito e não cumprir metade. Mas Lula prioriza a classe baixa brasileira, o povo que necessita da maior ajuda do governo, a começar pela tentativa de empedimento da crise econômica. Ainda há muitos projetos a serem feitos, e muitas promessas a serem cumpridas, mas o Brasil está começando a chamar mais atenção com o seu governo, e abrindo seu espaço cada vez mais na política mundial.

    ResponderExcluir
  10. Carol Simão,9ºB.nº06

    Achei o blog muito interessante, pois trata de um assunto muito questionado por todos. Mesmo Obahma não falando português e Lula não falando inglês, os dois presidentes se comunicam conseguindo melhores resultados para os dois países, diferente de FHC que falando inglês não conseguiu que a economia brasileria atingisse ao ponto que está hoje.Concordo com Idelber que o papel de um presidente não é saber falar outras línguas, mas sim cuidar de seu país. Então acho que a reunião feita irá ajudar o Brasil a crescer, mas ainda vão faltar várias coisas para melhorar.

    ResponderExcluir
  11. Lucas 9ºA 2028/04/2009 16:31

    Primeiramente gostaria de dizer que achei esse post muito interessante.
    Concordo com Idelber que um chefe de Estado não precisa ser poliglota, para representar a experiência de um povo, e negociar com outros países, pois o mais importante é fazer um bom governo e ser respeitado mundialmente. (mesmo achando que saber falar, no mínimo Inglês, seja importante para poder se comunicar com os outros países mais facilmente).
    Estou de acordo com a Júlia Simchen, quando diz que não podemos desconsiderar que hoje Lula se beneficia pela continuidade da política econômica implementada pelo governo FHC, onde garantiu um período de crescimento estável na economia.
    Em minha opinião o nosso presidente não deve ser criticado por não falar Inglês, mas pelas suas colocações inadequadas e por cometer vários erros de português. Chocou-me muito quando ouvi ele dizer que a crise é culpa dos brancos de olhos azuis... “sem comentários”.
    Assim como Mariana, fiquei muito contente de saber que a parceria entre o Lula e o Obama prova a razão do FSM, na qual “um outro mundo é possível”.
    Acho que a parceria entre o governo Lula e Obama pode dar ótimos resultados, diferentemente do governo FHC e Bush, no qual um desprezava o outro, o que dificultava a troca e comunicação por meio dos Estados entre esses países. O bom relacionamento do Brasil com os Estados Unidos é realmente muito importante...

    ResponderExcluir
  12. André Garcia 9B nº128/04/2009 16:53

    concordo com idelber pois um presidente nao precisa falar varias linguas porque hoje em dia há tradutores e contratos prontos em sua respectivas linguas.
    Mas discordo que o FHC não tenha feito um bom governo pois muitas coisas da econômia do Brasil devemos a ele porque ele implantou e o Lula só aproveitou, porque para uma transição acontecer demora tempos e a melhora econômica aconteceu no governo do Lula então ele nao tem muitos meritos que as pessoas dão a ele.

    ResponderExcluir
  13. Eu concordo com Idelber que um presidente nao precisa ser poliglota, desde que ele consiga fazer acordos com outros países, independente de que língua fale. Mas o que ele realmente precisa é saber administrar seu próprio pais, uma coisa que em minha opiniao, Lula nao sabe fazer. Mas também é bom lembrar que mesmo ele nao falando ingles bem e com todos os erros que ja pode ter cometido, a economia só está protegida da crise por que Lula continuou com a política economica de Fernando Henrique.
    Alessandra Bahi, 9A

    ResponderExcluir
  14. theo tuch n˚ 33 9A28/04/2009 17:38

    concordo plenamente com a fe nahas
    mas acho que p/ um bom governo o basico que um presidente tem de saber é a lingua mais falada no mundo, o ingles!!!

    ResponderExcluir
  15. O post é muito interessante, porém eu concordo apenas em parte com o Idelber.
    A oposição entre direita e esquerda, a oposição entre os governos Lula e FHC, e a oposição entre os dois partidos americanos, Democratas (mais de direita), e Republicanos (mais de esquerda), estão enfatizadas no texto, e eu concordo com a existência delas (fato), assim como eu concordo com o fato do encontro do Lula e do Obama ter sido bem sucedido, por conta da falta de oposição entre os dois.
    Eu discordo de Idelber e da Mariana, ao falarem que a função de um representante de Estado não é ser poliglota, a partir do momento que, na minha opinião, a comunicação direta entre os presidentes é fundamental. Realmente não é a função, é mais uma obrigação.
    Há controvérsias, como por exemplo, o encontro do Lula com o Obama, que provou a idéia do Fórum Social Mundial de que “Um novo mundo é possível”.
    Eu realmente estou torcendo junto da Mariana para que essa parceria dê bons resultados!

    ResponderExcluir
  16. Isabel,14,9a

    “Apesar de achar que o Presidente tem a obrigacao de saber falar corretamente sua propria lingua, nao acredito que ele precise ser poliglota ou algo do genero para ter sucesso em suas propostas e melhorias.
    Mesmo com muitos aspectos ruins no governo de Lula, nao podemos negar que a economia nunca fora tao alta, como durante seu governo, e que estamos nos protegendo da crise relativamente bem. Tambem nao podemos negar que muitos aspectos que Lula usa para controlar a economia de nosso pais, a grande maioria na verdade, foram os mesmos do Ex presidente FHC.”

    ResponderExcluir
  17. Raffaella M. 9 ano B28/04/2009 21:35

    Idelber, queria dizer que Lula e Obama, cada um é líder de seu país, sua nacao.Os dois tem semelhancas de vida, vieram de familias simples e historias vividas emocionantes.
    Defendem mudancas na economia mundial. Mesmo falando linguas diferentes, ainda podem formar uma boa parceria que poderia influenciar na politica socio-economica do mundo.

    ResponderExcluir
  18. Renato 9ºA 2929/04/2009 14:24

    Idelber,

    Concordo quando você diz que um presidente não precisa ser um poliglota para ser um bom presidente, porém creio que ele deve saber falar no minímo a língua do País que ele governa.
    Mesmo eu sendo muito novo na época gostei do governo do FHC.
    Quanto ao governo Lula devo dizer que o Brasil vive sua melhor fase na econômia.
    Os dois tem uma incrivel semelhança... são otimos oradores.

    ResponderExcluir
  19. gabriella barbara29/04/2009 17:40

    gabriella barbara. 9 ano b

    Obama e lula são figuras totalmente diferentes, pois além de terem propostas de governo diversas, governam países que em geral são diferentes. Isso não empediu a comunicação entre eles. Mesmo Lula não falando inglês, conseguiu trocar mais ideias do que FHC que falava consegiu.
    Idelber "defende" em seu texto a posição de Lula, diz que um preseidente não precisa necessariamente saber outras línguas e culturas, deve mais saber sobre seu país e ter uma boa esperiência de vida.
    Concordo que um presidente precisa ter uma experiência de vida em seu respectivo país, porém, ele serve como um dos maiores exêmplos dentro de seu país, por isso acho que deve sim ter uma boa base de estudo para que com isso estimule o fim do analfabetismo. Outro fator é que com a globalização no mundo, o inglês se tornou uma língua praticamente obrigatória, até mesmo para que haja uma melhor comuniação, assim acho que o presidente deveria saber falar.
    obrigada.

    ResponderExcluir
  20. Obama e lula são figuras totalmente diferentes, pois além de terem propostas de governo diversas, governam países que em geral são diferentes. Isso não impediu a comunicação entre eles. Mesmo Lula não falando inglês, consegiu trocar ideias com Obama.
    Você "defende" em seu texto Lula, diz que um presidente não precisa necessariamente saber outras línguas e culturas, deve mais saber sobre seu país e ter uma boa experiência de vida.
    Concordo que um presidente precisa ter uma experiência de vida em seu país, porém, deve estudar, pois é um dos maiores exêmplos dentro de seu país, estimulando assim o estudo.
    Com a globalização do mundo tornou-se praticamente obrigatório o inglês, portanto acho que pelo menos o presidente deveria saber.
    obrigada, seu blog está otimo

    gabriella barbara, 9ano b

    ResponderExcluir
  21. Liane Villarta 9A

    Apesar do post apresentar um texto muito dificil de ser lido,ele deixou as coisas um pouco mais claras para mim...Como a posicao dos republicanos e democratas e ate mesmo do Lula.
    Na minha opiniao o governo do Lula tem muitos defeitos como a corrupcao, mas a falta da lingua inglesa do nosso presidente nao e um deles afinal sempre existe um tradutor que ira ajudar na comunicacao de assuntos realmente importatantes.
    E assim como a Mari e o Lucas fiquei muito feliz ao saber que foram discutidos assuntos a respeito do FSM.

    ResponderExcluir
  22. Giorgio Barone 9°C N°13
    Achei interessante esse tema e a forma que ele passa e justifica sua idéia. Concordo plenamente com Idelber quando ele diz que um chefe de Estado não precisa ser poliglota, porque o que importante é que ele consiga fazer acordos internacionais trazendo benefícios ao pais. E dando o exemplo do Fernando Henrique Cardoso, que falava o inglês mas não fazia acordos para beneficio do país, justifica esta idéia. Mas não podemos esquecer que hoje Lula se adaptou bem pela continuidade da política econômica que foi iniciada pelo ex Presidente Fernando Henrique, onde em seu mandato fez com que se iniciasse um período de crescimento na economia.
    assim podemos dizer que Fernando Henrique ao encaminhar esta economia a um período de crescimento é razoavelmente responsável pela estabilidade com que o Lula consegue governar atualmente.
    A partir do post se tornou mais facil a compreensão da oposição entre o governo do Fernando Henrique Cardoso e o governo Lula, assim como a oposição entre Democratas e Republicanos. E eu também gostei de saber que o encontro entre Obama e Lula prova que o FSM pode ser uma possibilidade de outro mundo. Tomara que essa parceria de certo !

    ResponderExcluir
  23. Luiz Felpe Sigrist numero 21 9ano
    hoje quando estva lendo o blog me deperei com um absurdo quando vi que o Idelber nao se importa com a ideia q o nosso prescidente nao prescissa falar uma lingua universal na minha opiniao o chefe de eum estado nesse mundo globalizado e obrigado a saber falar outras liguas ou pelo menos ingles uma linua mundia.Um governante tem q saber falar ingles para fazer acordos mundiais para a melhoria de seu pais mesmo sendo um acordo economico ou ambiental

    ResponderExcluir
  24. Rodrigo 9A 3229/04/2009 19:54

      Concordo com Idelber que Lula não precisa falar a língua de todos os países para ser lider político. Mas é necessário falar bem a própria língua, antes de ir fazendo discursos para toda nação com preposições erradas.
      A reunião de Obama com Lula também não deve ser desprezado, como foi feito pela maior parte da mídia. Na minha opinião, sempre que dois governantes se reunem, mesmo que não sejam discutidos assuntos "mais importantes", a relação entre os dois países está crescendo, o que normalmente é bom para os dois lados. Como Lucas disse, "o bom relacionamento do Brasil com os Estados Unidos é realmente muito importante..."
      Mas discordo da crítica à política de FHC, que salvou a economia do Brasil e deixou-a estável.

    ResponderExcluir
  25. Concordo que não precisamos ser governados por um presidente poliglota. mas também, seria util se ele soubesse duas línguas, como o inglês e o portugues, para poder se comunicar melhor com os outros países, nos negócios.
    O Obama e o Lula são muito diferentes, tanto na forma de governo como em pessoa.
    No seu texto, você defende muito o Lula, o que dá para ver bem a sua opinião sobre o governo brasileiro.
    Nosso presidente não deve ser criticado por não falar inglês.Mas o fato de não ter estudado, não ajuda muito em sua propaganda, é como um incentivo para o país, que não é necessário estudar.
    Achei muito interessante você ter colocado um post sobre isso, não é muito comum.
    Julia Alves Rodrigues Nº15 9ºA

    ResponderExcluir
  26. Carolina 9B n729/04/2009 20:47

    Idelber,
    Na minha opinião, o melhor andamento da economia brasileira no governo Lula foi fruto de medidas tomadas pelos governos anteriores,como o de FHC que conseguiu estabilizar a economia e gerou o que ela é hoje.
    O bom relacionamento do Brasil com os Estados Unidos é realmente muito importante, bem como a política externa em geral, mas para o Brasil deixar de ser um país emergente e se tornar ainda mais importante no cenário global, é preciso ter mais do que um presidente carismático,ou que fale várias línguas,é urgente que acabe o desvio de dinheiro público.Merecemos um governo que não seja corrupto e que invista na melhoria da educação, saúde e outras áreas,somente assim seremos visto como um país sério e nos posicionaremos melhor na economia global.

    ResponderExcluir
  27. O presidente Lula, tem certas qualidades que admiraveis como um connhecimento direto da maior camada social do Brasil, a mais pobre, mas como um lider de uma nação tão destacada no mundo atual, no mínimo teria que ter sido uma pessoa formada em alguma area que diz respeito a infraestrutura de sua nação, quero falar o líder de uma nação tem quer ser uma pessoa destacada intlectualmente, tem que ser a grosso modo um "gênio", para saber, por exemplo, dar a resposta certa na hora certa, é nas mãos dele que a vida de todos os brasileiros estão.


    Com muito respeito Ricardo Calado 9º-A nº30

    ResponderExcluir
  28. existem dois pontos de vista sobre lula nao falar inglês. Por um lado, Obama também não sabe falar português, porque lula deveria saber falar inglês se Obama não sabe falar português?
    Mas, inglês é praticamente uma língua universal, todos se comunicam através dela, mesmo que não seja nos EUA, a maioria sabe falar pelo menos um pouco.
    Na minha opinião, Lula deveria, sim, saber falar inglês, e pra mim é uma vergonha um presidente que nos representa não saber falar inglês. É verdade que Lula tem muita experiência de vida com os lados da sociedade em que vivemos(diferentes classes sociais)mas conteúdo, ele não tem.


    Marina Najm 9º A 26

    ResponderExcluir
  29. Realmente o fato do presidente não saber outras línguas não o impede de realizar um bom governo.
    O Brasil é um país muito grande e rico e isto por si só já o coloca numa posição importante. Acredito que não seja apenas graças a política externa do governo Lula que estamos assumindo papel cada vez mais relevante no cenário mundial. Somos resultado de vários fatores somados, e certamente se inclui aí a política econômica iniciada pelo ex-presidente FHC.
    Quanto a direita estar morrendo de inveja da esquerda -e isso lá ainda existe?- bom, sem comentários...

    nº22, 9º ano A

    ResponderExcluir
  30. Li o texto e no fim concordo com o que você disse - chefe de Estado não deve ser poliglota, não adianta saber falar as línguas extrangeiras e não saber dialogar (não estou me referindo ao FHC, até porque na época do mandato dele era novo de mais para ter uma opinião sobre política). O argumento "olhe como vivemos em um país de terceiro mundo, o presidente não sabe nem falar inglês" é extremamente patético.
    É inegável que o Lula tem o carisma para falar com presidentes de outros países, só a foto do seu post comprova o que eu disse (mesmo que ele fale umas besteiras aqui ou ali, creio que a última foi algo como "a crise financeira foi causada por atos irracionais de homens brancos de olhos azuis").
    Mesmo não sendo o maior entendido de política, vejo que é possível enxergar falhas no governo Lula, mas não vale a pena entrar nesse assunto agora.

    Obrigado.

    (Fernando 9B 12)

    ResponderExcluir
  31. Nº28, 9ºB

    No blog de Idelber ele deixa claro sua opinião de que gosta do Lula, e justifica isso com alguns argumentos como: "...Nesse intercâmbio de olhares e sorrisos entre um Obama que não fala português e um Lula que não fala inglês, comunicam-se muito mais Brasil e EUA..." ; "...A limitação colonizada da nossa direita falou em “problemas” para a política externa brasileira por Lula não saber idiomas. Como se o papel de um presidente fosse ser poliglota, e não ser presidente e representar a experiência de um povo....", isso que ele fala no texto é um fato, mesmo Lula não sabendo falar inglês, conseguiu fazer a econômia do Brasil subir mais do que quando o governo FHC (que dominava o indioma mais falado no Brasil), porém, eu acho que ainda faltam muitas coisas para o Brasil conseguir atingir o ponto em que ele pode conseguir e também acho que Lula se aproveitou um pouco do processo que ja vinha sendo feito antes, não o desmerecendo.

    O blog está muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
  32. gustavo mello 9b nº 15
    Na minha opiniao o presidente tinha q no minimo falar portugues, ele nao fala ingles,ele tinha q falar inimamente ingles, FHC falava ingles, apesar de fazer algumas "besteiras", ate porque temos q ceder alguns beneficios para ganhar outros, apesar q algumas cosas foram cedidas mas sem retorno

    ResponderExcluir
  33. Ian Meylan 9ºA Nº1329/04/2009 22:27

    Concordo com Idelber quanto à o presidente Lula não precisar saber falar inglês, pois o papel de um presidente é representar a sua nação.
    É incrível ver que apesar de ambos não saberem outras línguas além da suas. e conseguir se comunicar e trocar idéias. Isso já demonstra que ambos tem grande compatibilidade. Lula não precisa falar inglês como Fernando Henrique.
    Depois de uma época de oposições entre os EUA e o Brasil, como diz Idelber, finalmente tivemos esse encontro milenar aonde os presidentes das duas nações conseguiram estabelecer algumas idéias em comum, mesmo sem falar inglês ou português.
    Acho que o encontro desses dois, o Brasil vai conseguir se relacionar melhor com os EUA, e assim estabelecendo algumas relações econômicas que nos levará para frente. Se agora já estamos com uma ótima situação econômica, imagine nosso futuro com Lula e Obama.

    ResponderExcluir
  34. A cordialiade no relacionamento de Lula e Obama é muito importante na relação entre o Brasil e os EUA, mas, se isso não se transformar em atitudes concretas entre os dois países nos próximos anos, não terá nenhum significado prático para nossas economias.
    Na minha opinião, o texto no blog do Sr. Idelber não representa toda a realidade dos acontecimentos passados e presentes, mas sim uma demonstração de afeto pela figura do Presidente Lula, sem levar em consideração todos os fatos históricos que levou o Brasil a estar numa situação relativamente cômoda atualmente.
    Durante a gestão de FHC existia uma forte pressão inflacionária contida pelo Plano Real e houveram várias crizes econômicas durante os seus 8 anos de mandato,enquanto que,na gestão Lula,o Brasil estava numa situação melhor, e o mundo com crescimento econômico muito forte, que puxou nossa economia também.
    Os pontos de vista apresentados no texto não demonstram total interação dos assuntos relacionados à economia brasileira, mas sim uma apreciação ao presidente.

    Maria Isabel Junqueira - 9o A - 23

    ResponderExcluir
  35. Julia Torggler 9A 1629/04/2009 23:41

    Idelber defende o presidente Lula no seu blog, e eu concordo com esse ponto de vista.
    Para mim o presidente Lula tem ajudado muito o povo mais necessitado, e tem feito grandes obras em diversos territórios brasileiros. Muitos reclamam que o Lula é um péssimo presidente porque não faz obras que algumas pessoas gostariam, mas um homem só não pode governar um país imenso como o Brasil atendendo a pedidos e vontades de todos. Quanto ao inglês de Lula, que criticamos, na verdade, todos nós sabemos que ele está tentando aprender para poder passar uma imagem cada vez melhor do Brasil no mundo.
    FHC foi um homem muito inteligente, mas na minha opinião, não é de um presidente poliglota que precisamos.
    O Brasil está se saindo bem com Lula no comando, assim como se saiu bem no empedimento da crise, espero que melhore cada vez mais.

    ResponderExcluir
  36. n28 9a
    Na minha opiniao , eu concordo e nao concordo com voce , pois alem da lingua de seu pais , o ingles e o minimo que uma pessoa deve saber , pois o ingles , hoje em dia , e a lingua global , a mais importante . o ingles e importante para qualquer pessoa do mundo , entao , um presidente TEM que saber . mas esse nao e o maior problema , pois tradutores servem para isso . oque importa mesmo , a economia , o lula ajudou o pais a estar em sua melhor fase economica . o governo do FHC , que eu nao consegui acompanhar , pelo que falam , foi muito bom , foi o comeco da economia que temos hoje no governo lula . gostei muito do post , seu blog e muito bom .

    ResponderExcluir
  37. Caio P. 9ºC 0503/05/2009 15:41

    Olá Cami, colegas e leitores,
    Quero começar meu comentário dizendo que, com certeza, essas reuniões só podem ser benéficas para o Brasil, pois é sempre bom fortalecer uma aliança com o país mais poderoso do mundo, e é uma pena que não puderam ocorrer encontros como esse entre entre FHC e Bush (acredito eu, por causa deste).
    Mas vou discordar de Idelber no momento em que diz que o FHC deveria tomar mais iniciativas Sul-Sul, pois nenhum presidente fez pela economia brasileira como ele: diminuiu a inflação, aumentando assim, o consumo de todas as classes (diminuindo a desigualdade); criou o Real (ainda como ministro); privatizou muitas empresas, tudo isso logo depois de várias crises. O que ele fez foi estabilizar a economia, e foi assim que o Lula recebeu o Brasil no seu primeiro mandato: com uma forte expansão econômica. Mas ele não está conseguindo "segurar" essa crise (primeiro momento de "turbulência" econômina em seu mandato), para se "defender" afirmou que ela não chegaria no Brasil e depois disse que foi causada pelo "loiro de olho azul" (como um presidente diz isso?)
    abrç

    ResponderExcluir
  38. Concordo com Idelber quando ele fala que os presidentes não precisam saber todas as linguas. Com os tradutores eles conseguem se comunicar e fazer os acordos, e que a economia creça para que todos saibam mantê-la de um modo que não cause mais uma crise mundial. A respeito do governo Lula, eu não gosto do jeito que ele governa, mesmo que ele não saiba falar a lingua mundial, inglês ele soube a partir do jeito que FSH governou controlar ela e evitar que ela chegue em nosso país.
    Carolina Cohen 9C 07

    ResponderExcluir
  39. Eu concordo com o Idelber no fato de os presidentes não pecisarem saber todas as línguas afinal o presidente da China também não fala inglês quando tem encontro oficial com chefes de estado americanos ou ingleses, nem o presidente da França, ou da Alemanha, por que é que o Lula teria que falar inglês? Existe tradutor para isso. China também não fala inglês quando tem encontro oficial com chefes de estado americanos ou ingleses, nem o presidente da França, ou da Alemanha, por que é que o presidente do Brasil teria que falar? não é pelo fato de nosso presidente não falar inglês merece critica, mais sim pelo fato de não se expressar corretamente na própria língua, pois é obrigação da pessoa falar bem o seu idioma. no governo Lula.
    O Brasil cresceu e está em condições de enfrentar a crise, mas ainda aparece na mídia casos de corrupção e falta de interesse nos problemas do país, como saúde, educação, etc.
    Carolina Motta 9C 06

    ResponderExcluir
  40. Mauricio Battistuci 9C 2705/05/2009 22:13

    Mauricio Battistuci 9C 27
    Fica marcado e extremamente fácil de perceber que o fanatismo esquerdista extremo de Idelber influencia massivamente qualquer opinião sua á respeito do FHC ou qualquer outro político de direita (principalmente os tucanos), isso prejudica muito seu julgamento em relação á política externa brasileira. Obama disse a Lula que admirava suas habilidades como político, de que é muito popular, carismático... o que realmente é! Mas Idelber exagera e coloca Lula em um pedestal, como um mestre de relações externas com outros presidentes.
    Em relação à necessidade de o Lula ser poliglota e fluente em inglês, concordo que não é necessário.

    ResponderExcluir
  41. Andressa 9ºano C05/05/2009 23:03

    Cami,
    Concordo com Idelber quando ele diz que os presidentes não precisam saber todas as linguas, mas acho que todos tem que saber ao menos o Inglês. Mas neste caso foi necessário um tradutor que fez a comunicação entre Lula e Obama e com essas reuniões, para o Brasil trará benefícios, pois é sempre bom fortalecer uma aliança de um país com o outro, principalmente um país que é considerado o mais poderoso do mundo.
    Achei legal como Idelber expressa suas opiniões.

    ResponderExcluir
  42. Condordo com o Idelber no inicio sobre o Lula, que não sabe falar inglês e o Obama que não sabe falar Portugês.O Idelber consegue ser um tanto quanto "adorador" do Lula e acaba criticandoo governo anterior, uma coisa na qual eu não gostei no site dele...E, pelo texto parece que o Lula é o melhor presidente de todos os tempos...mas não é bem assim
    João Pedro 9C 16

    ResponderExcluir
  43. O Idelber tem um ponto de vista muito forte, que percebemos que é impossível muda-lo, e ele defende seu ponto de vista a todo momento.
    Não concordo com ele algumas vezes, principalmente quando fala que Lula é melhor do que foi FHC, principalmente no ponto de vista econômico do país, pois o antigo presidente fez muito, foi ele que estabilizou a econômia.
    Porem concordo com ele no outro aspecto, que é a comunicação entre os presidentes. Para mim, facilita se o presidente falar a língua mundial, (inglês),porém hoje em dia tudo pode ser feito através dos tradutores, fazendo que todos se entendem sem menor problema.
    Portanto, as vezes concordo com ele e outras vezes não, mas respeito sua opnião.
    Gabriel Simões- 9C - 12

    ResponderExcluir
  44. Fernanda Carvalho 9C 1106/05/2009 16:58

    Para governar o país, o presidente não precisa ser necessariamente ser poliglota mas sim saber se expressar, defender o que pensa, direcionar o país para o caminho certo. Concordo com o Idelber, quanto à defesa ao Lula, pois mesmo fazendo algumas colocações inadequadas como por exemplo “a crise é culpa dos brancos de olhos azuis”, o Brasil está se saindo muito bem com o comando do mesmo e esteve apto no auge da crise. Hoje o Brasil está numa situação estável, na qual poderá melhorar ao decorrer dos anos.

    ResponderExcluir
  45. Eduardo Tieppo Nº10 9C06/05/2009 17:34

    Cara cami,
    Há algumas coisas que eu concordo com Idelber, e algumas em que eu discordo totalmente.
    Para se tornar um presidente, não é necessário falar inglês, pois existem intérpretes hoje em dia, e tudo está traduzido. (É claro que seria bom ele falar...). E embora Lula tenha dito e feito muita besteira, também fez algumas coisas boas como o projeto Prouni.
    E Fernando Henrique Cardoso foi um otimo presidenrte, Idelber não tem direito de criticar ele, pois ele fez tanta coisa pelo povo Brasileiro que Lula nem chega aos pés.

    ResponderExcluir
  46. Bárbara 9B06/05/2009 18:07

    Apesar do atraso,que se repete,estou eu aqui de novo na tentativa de postar meu comentario,se der certo irá chover.
    Sobre oque a Mariana 9A, fala da oposiçao entre a direeita e a esquerda,concordo,e pelo que entendo do texto,Idelber é de esquerda tornando um ligamento,uma grande aproximaçao entre ele e o Forum Social Mundial citado pelo jornalista em seu proprio texto.
    Me uno a ele no pensamento de que um Presidente da Republica tem como obrigaçao lutar,podemos dizer,pelo teu pais e nao aprender diverços idiomas,ate porque,quem realmente conhece a historia de Lula sabe que nao a cabe estudos avançados.
    Esperança,vejo de novo,no simples encontro de duas naçoes tao distantes em varios aspectos,e principalmente vejo esperança de novo pela

    ResponderExcluir
  47. Carolina Kalili 9C 0806/05/2009 18:32

    Eu concordo com ele que um presidente não precisa ser poliglota para governar bem, mas acho que saber falar o inglês facilita muito na comunicação. É claro que um presidente pode governar bem mesmo não sabendo falar inglês, mas temos que concordar que se ele soubesse seria bem mais fácil. E quando Idelber critica o governo anterior, da para entender afinal ele é totalmente a favor do Lula, mas não concordo que o FHC foi tão ruim assim, quer dizer, não acho que ele foi tão pior que o Lula.

    ResponderExcluir
  48. Marina Hadrich no 29 9oB
    Gostei muito do blog.

    Na minha opiniao um presidente não precisa necessariamente ser um poliglota, porem isso facilitaria a comunicao com os grandes lideres internacionais. O que quero dizer é que o fato de FHC falar seu ingles de 'yazigi' nao quer dizer que seja melhor que Lula que nao sabe falar ingles.

    Entao é isso, beijao e parabens pelo blog. =D

    ResponderExcluir
  49. Mauricio Ponzoni- Nº 26, 9º C06/05/2009 21:07

    Concordo com o Idelber de que o nosso presidente não precisa falar todas as línguas, para ser um bom líder, mas acho que é necessário ele saber o inglês básico e o nosso português mesmo antes de ir falando ao publico para todos, e o inglês até facilitaria para ele fazer negócios com outros paises mesmo.
    O argumento “olhe como vivemos em um país de terceiro mundo, o presidente não sabe nem falar inglês é ridículo e ainda mais ele não sabe nem falar português direito, devíamos ter um presidente que tenha mais cultura, etc”.
    O Obama e o Lula são diferenciados tanto em seus jeitos quanto na política, porque de um lado, Obama sabe mais de duas línguas, tem habitais de alto nível como Lula também mas ele ( lula) não sabe nem falar português direito, isso é inadmissível, para um presidente de um pais tão grande quanto o Brasil.
    Em seu blog, nós entendemos que você defende mais o Lula do que o Obama.
    Nos criticamos bastante o nosso presidente por varias razoes como não falar inglês, e nem português corretamente, e o fato de não ter estudado, isso não é um incentivo para os jovens desse pais, mas apesar de não ter estudado ele é esperto na política, sabe comandar, e Obama é o presidente certo que os EUA deveriam ter á anos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  50. Lely 9C N2406/05/2009 21:24

    Ao ler o post, é possível perceber que Idelber tem uma certa "paixão" por Lula, pois o defende de todas as maneiras. É possível também observar várias oposições aparecendo no texto. Esquerda x Direita, Lula x Fernando Henrique Cardoso, Obama x Bush, Democratas x Republicanos.
    Concordo em partes com Idelber: quando ele diz que um líder não precisa ser poliglota está certo. Porque afinal, Obama também não fala português! E líderes de outros países não falam inglês, mesmo esta sendo a linguagem mundial. A ironização ao "inglês de Yázige" foi divertida; e concordo quando ele diz que FHC nunca teve um encontro com Bush como Lula teve com Obama.
    É claro que esses encontros não devem ser desprezados, pois, mesmo que não sejam discutidos assuntos muito convincentes, eles abrem uma boa relação entre os países - nesse caso EUA e Brasil. Mas acho as críticas que o blogueiro faz ao governo de FHC um pouco exageradas... Não se deve desprezá-lo, pois afinal, foi ele quem deu um pontapé inicial na economia para que ela tivesse um período ótimo na Era Lula.
    Concordo com o que várias pessoas falaram: falar inglês ou ser poliglota não é a coisa mais importante, mas não saber falar a língua do próprio país já é demais! Idelber que me desculpe, mas o nosso querido presidente Lula comete umas gafes que ninguém aguenta!
    Enfim, concordo e discordo, mas acho que os elogios ao Lula e críticas ao FHC deviam ser um pouco mais moderados.
    Beijocas Cami!

    ResponderExcluir
  51. Julia LaColla 9c n 1706/05/2009 21:28

    Ė claro que o inglês é uma língua importante e falada no mundo inteiro para diverssas pessoas se comunicarem, no entanto acho que não é essencial para um presidente falar inglês ou ser poliglota. Concordo com a ideia que muitos citaram nos comentários acima, que o mínimo é saber falar corretamente sua própria língua. Nosso atual prsidente, Lula não fala direito o português. Porem como tudo tem seu lado bom, durante seu mandato a economia brasileira cresceu e está preparada para a crise.
    Acho que a relação entre E.U.A. e Brasil será melhor nesses próximos anos, não só por conta de Lula, mas sim por ser Obama e não Bush.
    A única forma de sabermos se Lula realmente é um bom presidente é se resolver ou melhorar os problemas do país, como educação e saúde. Vamos ver para o que ele vai usar o dinheiro, para representar realmente o povo brasileiro ou ser corrupto como se mostrou em algumas situaçõe de seu mandato.

    ResponderExcluir
  52. Barbara Abrahao 9A06/05/2009 21:43

    Apesar do atraso,que se repete,estou eu aqui de novo na tentativa de postar meu comentário,se der certo irá chover.
    Sobre oque a Mariana 9A, fala da oposição entre a direita e a esquerda,concordo,e pelo que entendo do texto,Idelber é de esquerda tornando um ligamento,uma grande aproximação entre ele e o Fórum Social Mundial citado pelo jornalista em seu próprio texto.
    Me uno a ele no pensamento de que um Presidente da Republica tem como obrigação lutar,podemos dizer,pelo teu pais e não aprender diversos idiomas,ate porque,quem realmente conhece a historia de Lula sabe que não a cabe estudos avançados.
    Esperança, vejo de novo,no simples encontro de duas nações tão distantes em vários aspectos,e principalmente vejo esperança de novo pela milésima vez, na frase tão bela que e a do Fórum Social Mundial-"Um outro mundo e possível"

    ResponderExcluir
  53. Guilherme Feltre06/05/2009 22:50

    Ao ler o post percebe q Idelber defende o lula de vairas maneiras.
    Concordo com Idelber ao dizer que um lider nao precisa ser poliglota,como Obama nao fala Portugues.Mas a lingua oficial do mundo e ingles e nao portugues por isso e importante falar o minimo de ingles para governar um país.
    Concordo q FHC nao teve o mesmo encontro com GWB que LUla teve com Obama, e acho esses encontros muito importantes para as relaçoes internacionais entre eles.
    A critica sobre o FHC foi um pouco exagerada, porque foi ele quem iniciou,"preparou" o pais para as maos do Lula
    Entao discordo e concordo com algumas coisas sobre o q vc disse

    ResponderExcluir
  54. giovanna cassiolatto, 9A, 1107/05/2009 12:06

    O Idelber deixou a opinião dele clara no blog, e ele diz que apoia o presidente Lula, no sentido em que ele não precisa ser poliglota, quando na verdade, FHC se sentia exageradamente superior diante do povo brasileiro, quando na verdade, não se precisa saber várias línguas para governar um país, e sim, saber administrar o povo e não deixá-lo na mão simplesmente pelo fato de que eles não tem dinheiro, porque se um presidente conseguir ajudá-los, podemos mudar a pobreza do nosso país, e assim o IDH brasileiro pode ser maior. Sou a favor de Lula.

    ResponderExcluir
  55. Victor, 9°A N°34

    Idelber,

    Primeiramente, sou aluno da professora Camila. Concordo com o Ian quando ele disse que um Chefe-de-estado não precisa ser poliglota para governar um país e tal... mas vale lembrar que além dos erros de português e de sentido (lembram-se quando ele disse "Graças a Deus que a crise não cruzou o atlântico") a economia só está estavel e bem protegida da crise por que o Lula continuou com a política economica do FHC.
    Também acho injustas as críticas que todos vem fazendo ao governo FHC pois em 1.999 houve uma forte desvalorização do real, devido a crises financeiras internacionais (Rússia, México e Ásia) que levou o Brasil a maior crise financeira da história, além de aumentar os juros reais e aumentar a dívida interna brasileira e foi ele que conseguiu reverter isso.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  56. Nicolau nº31 9º B21/05/2009 08:35

    Eu acho que um presidente realmente não precisa ser poliglota, mas precisa saber o que está fazendo, e precisa fazer com que o Brasil tenha uma boa imagem no exterior. Imagem a qual o governo do FHC conseguiu melhorar e o lula está estragando. Eu concordo com a Mahya, quando ela diz: Então, eu acho que o governo do FHC e o governo do LULA tiveram vantagens e desvantagens, e que não é muito correto comparar um com o outro, pois eles são diferentes e pensam de modos diferentes.
    Pois é uma realidade não tem como os dois serem iguais.
    Em relação a crise pela qual estamos passando, o Brasil está se mantendo de uma forma positiva.

    ResponderExcluir
  57. Louis Ferraz,9A n1922/05/2009 15:31

    Eu acho que hoje em dia os presidentes não precesam necessariamente falar o ingles (lingua mundial) pois além de existir os tradutores seu grande objetivo é como andar, ordenar organizar e melhorar o pais a qual governa e não falar diversos idiomas.
    Eu acho que nos da esperança um encontro de dois países tão distintos como Estados Unidos e Brasil, isso me enche de esperança. "Outro mundo é possivel"

    ResponderExcluir